Nome:
Local: São Paulo, São Paulo, Brazil

http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100001407144645

quinta-feira, abril 27, 2006

Nostalgia Inanimada

Foi como quando tinha três anos. Ingênuo. Delicado. Pueril.
Tudo outra vez: olhos brilhando, sorriso escancarado, face rubra.
Lembrou como era divertido ver coelhos nas nuvens e imaginar qual o sabor delas e quantos coelhos iriam visitá-la no dia seguinte. E todas as tardes ficava no quintal olhando o imenso azul e seus branquinhos felpudos. Gritos transbordavam de seus pequeninos lábios, jogados ao vento, tamanha a alegria trazida pela observação. Até que um dia eles não vieram. E ela esperou:

- Será que erraram o caminho?

Esperou:

- Será que algo de ruim aconteceu?

Esperou:

- Será que eu não sou especial para eles?

E esperou:

- Está muito frio aqui, vou para o quarto.

Quando abriu os olhos estava com um cigarro aceso entre os dedos, uma xícara de café em cima de uma mesa pastel cheia de burocracias pendentes, com um quadrado cor-de-gelo que pedia a senha para acessar os débitos, dentro de um cubículo em meio a tantos outros.
Olhou para todas as paredes que a rodeavam, como um filhote na caixa de supermercado logo que é privado do aconchego de sua mãe:

- Paredes tão finas. Devem ser de plástico, do mais vagabundo. Não, pelo salário que ganho devem ser de papelão.

E teve a certeza de que os coelhos jamais voltariam.

4 Comments:

Blogger Unzuhause said...

Se a certeza de que eles não voltam veio quando ela abriu os olhos... porque não fechar os olhos novamente, ou melhor, arrancar os véus sombrios do mundo burocrático, e reabrir os olhos da imaginação? Quem sabe então não apareça, num canto inesperado do quarto, a toca em que os coelhinhos moram e estavam à espera? Beijos

13:29  
Anonymous Otávio said...

Cobriu-me com uma manta e deu-me beijo de boa noite.

Os coelhinhos virão, assim que descobrirem o caminho da selvageria. Até lá, desenhe, desenhe, paint a picture.

Beijo.

15:20  
Anonymous Anônimo said...

Quem sabe ainda voltarão um dia.
Só não vou esperar mais. Mas talvez voltem.
Esses coelhos terríveis. Coelhos adiados.

14:43  
Anonymous Cadáver Adiado said...

(escapou o dedo na tecla enter antes da hora, antes que pudesse assinar)

14:44  

Postar um comentário

<< Home